Turismo

Faz uns dias, resolvi seguir a dica de uma amiga e fazer o passeio do ônibus Linha Turismo na nossa capital.

O passeio é divertido, vi que a cidade é bem mais interessante do que me parecia, mas algo me intrigou: foi o primeiro passeio turístico que fiz no qual não havia um grupo de japoneses (com seus indefectíveis chapeuzinhos, óculos e câmeras). É a prova de que falta um salzinho em nossa querida cidade para entrar no mapa do turismo mundial. Para piorar as coisas, não teremos mais o Fórum aqui, infelizmente. Por isso pensei em algumas soluções um tanto quanto bizarras para atrair turistas e curiosos do resto do globo para cá:

1. Prédio mais alto do mundo: Se a Malásia tem o Petronas Towers (segundo maior arranha-céu do mundo) e atrai viajantes de todo o mundo, por que não Porto Alegre? O único empecilho é uma lei municipal que controla a altura máxima dos prédios na cidade, se não me engano, algo entre quinze e vinte andares. Mas já que ninguém cumpre leis no Brasil mesmo acho que o projeto é bastante viável.

2. Maior Shopping Center do mundo: Conheço gente de São Paulo que sempre que vem à Porto Alegre nunca deixa de ir em algum de nossos xópins, mesmo se for o João Pessoa. Dizem as figuras que é a maior concentração de mulher bonita no mundo. Talvez seja e, se for, que tal construirmos o maior centro de beleza e descoberta de modelos do mundo?

3. Algum monumento-gigante-estranho qualquer: Que tal uma cúia gigante? Ou sei lá. Não tem aquele monumento bizarríssimo que parece um vírus ali perto do Gasômetro? E aquela ponte sem pilares, flutuando no ar? O que falta é um pouco de norte-americanismo nos nossos monumentos, uma megalomania. O próximo monumento feito deve ter pelo menos dez vezes o tamanho desses aí se tiver alguma pretensão de ser útil à cidade.

4. Tornar a vestimenta e a dança gaúchesca em algo cult: Pô, a vestimenta tradicional do gaúcho é tão legal quanto, por exemplo, a do escocês. A diferença é que lá os decendentes de Wallace prezam a sua história. O traje tradicional deles é considerado roupa de gala. Ou seja, o cidadão pode usá-lo em casamentos, formaturas, festas e onde mais ele bem entender. Imagina isso aqui no estado? Um noivo vestido de gauchão, com bigode e tudo? O que iriam pensar? A nossa dança é outra coisa que deveria ser valorizada. Sinceramente eu adoro a Dança da Chula, me emociono sempre que a vejo. É a única boa lembrança que tenho do Festival de Cinema de Gramado (além da Bohemia liberada, é claro). Aliás, alguém sabe o nome ou tem em Mp3 o ritmozinho aquele que é tocado na Chula para me conseguir?

Alguma outra idéia?

8 comentários:

  1. biobber3:01 AM

    os japa tão morando no interior. fundaram uma colonia, sacou?

    ResponderExcluir
  2. tu não ia dormir cedo eim juca?

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Pra Porto Alegre atraír mais turistas, eu diria que deveria ser construído algo enorme ali no Cais Do Porto. Senão me engano, já tem projetos pra isso! Afinal, tem um monte de armazéns pra nada E um cemitério de Navios e barcos encalhados em algumas partes! =/

    Quanto ao "vírus" cinza lá do gasômetro, é algo que vai da pessoa decifrar o que é aquilo! Eu achei que eram vários seios cinzas grudados uns nos outros. Uma amiga minha diz que aquilo são cuias de chimarrão, em fim, cada um enxerga o que quer! rsrs...

    HAHAHA
    São idéias!
    Tchau!

    ResponderExcluir
  4. jardel3:35 PM

    segundo os "tradiconalistas" pode se sim usar bombacha em formaturas, casamento e etc

    ResponderExcluir
  5. mas alguém efetivamente usa??!!

    ResponderExcluir
  6. Meu, tu é estranho. Me plagiou sem mesmo pesquisar em nenhuma parte. Digo isso porque essa foi a pauta principal das minhas conversas com os camaradas em buenos aires. Eu comecei falando sobre a maior roda gigante do mundo que fica numa cidade chinesa. Custou, se não me engano, 38 milhões de reais. Um dinheiro muito fácil de reaver. Depois dessa idéia segui. Num grande devaneio. Imagine, Porto Alegre, a cidade do entretenimento. Além da maior roda gigante, o maior maior bunge jump do mundo, diversas atrações pra esportes radicais. Um teleférico imenso. Um super tobo-água descendo de algum morro ao guaiba(despoluido)... Um laçador de uns 60 metros em alguma dessas ilhas cheias de capivaras do nosso lago. Hotés de luxo, também nessas ilhotas. Legalização e exploração do turismo sexual, talvés uma torre, cheia de prostitutas loirinhas, também nessas ilhas bagaceiras. Foda-se os ambientalistas. Quelevem as capivaras pra casa. Pararei, pois farei um post sobre isso em breve.

    ResponderExcluir
  7. ladrão! ehhehe
    ótimas idéias

    e a tua torcida eim? que papelão

    ResponderExcluir
  8. Papelão? Papelão do STJD.

    ResponderExcluir