Brasil: o país do medo

Tenho medo de sair a pé fora de casa, tenho medo de dirigir à noite, e tenho medo ao entrar em meu carro estacionado na rua. Tenho medo de mosquito, de dar carona, de passar perto de carro-forte e de catadores de lixo (quem sabe que armas eles escondem em seus carrinhos?). Tenho medo de encomendar coisas através dos correios (já me perderam três produtos) e de ser passado para trás em concursos públicos. E agora, não poderia ser diferente no país do descaso, tenho medo de uma de minhas grandes paixões da infância: andar de avião.

Um comentário:

  1. Olá!
    Vi seu blog e resolvi deixar um comentário.
    Concordo contigo em ter medo sabe, mas não podemos nos deixar ser escravos disto. Quanto mais nos escondemos mais o inimigo se fortalece.
    Devemos destruir o inimigo e nos unirmos, devemos dar o troco mas não com violência e sim com paz, não roubando ou matando, mas dando amor e compreenção.
    Não sinta medo, pois quanto mais sentimos, mais impossível se torna a resolução do problema.

    (Desculpe algum erro de português).

    Take care!

    ResponderExcluir